Ir para áreas de especialização

Digital

A transformação digital emergiu como um fenómeno fundamental que redefiniu a forma como as sociedades, empresas e governos operam em todo o mundo, e a Europa não tem sido uma exceção a esta revolução tecnológica. Na última década, a Europa experimentou um impacto significativo devido à adoção em massa de tecnologias digitais em diversos setores, o que se reflete nas grandes políticas europeias e nos programas de financiamento, tanto nacionais quanto europeus.

A transição digital europeia vai permitir aproveitar as tecnologias digitais não só para garantir um fluxo ótimo de informações, mas também para impulsionar a inovação, a competitividade e o progresso social. Os aspetos chave desta transição incluem a inovação digital, a melhoria das infraestruturas digitais, o fomento de uma economia baseada em dados, o aperfeiçoamento das habilidades e capacidades digitais e o reforço da autonomia e liderança da Europa nas normas digitais globais.

Novos desafios na área digital

A Europa precisa de continuar a impulsionar a dupla transição verde e digital dos últimos anos, abrangendo de forma transversal aspetos sociais, tecnológicos, ambientais, económicos e políticos. Para isso, uma condição imperativa é um maior compromisso da sociedade para instigar as mudanças necessárias indispensáveis para o alcance destas transições.

Setores como o cloud, onde grandes empresas de países terceiros ocupam a maior parte da fatia de mercado, evidenciam a necessidade de investir e fomentar a transferência de conhecimento europeu para o mercado. Neste sentido, o apoio público sob a forma de investimento tecnológico e o fomento da I+D+i europeia são uma das principais chaves para desenvolver tecnologias europeias próprias que nos permitam garantir nossa autonomia e independência digital em relação a países terceiros, ao mesmo tempo em que reforçamos a competitividade do nosso tecido empresarial.

Como desafio iminente e desafio significativo, encontra-se a irrupção da inteligência artificial generativa. A IA tem o potencial de transformar a forma como as empresas operam, melhorando a eficiência, a produtividade e a tomada de decisões. No entanto, também apresenta desafios, como a necessidade de adaptar as infraestruturas tecnológicas, capacitar os funcionários em novas habilidades e abordar questões éticas e de privacidade, onde os modelos e tecnologias desenvolvidos geram informações e agem de forma confiável e explicável.

A digitalização requer um planeamento estratégico cuidadoso para integrar eficazmente a inteligência artificial nos processos existentes, maximizando os seus benefícios e minimizando os riscos. O sucesso nesta tarefa envolve uma colaboração estreita entre especialistas em IA e líderes empresariais para alcançar uma transformação digital bem-sucedida e sustentável.

Contribuição para a área digital da Zabala Innovation

Compreendendo o contexto atual, dinâmico e complexo da área digital, na Zabala Innovation trabalhámos de forma ágil e aberta para desenvolver uma plataforma inteligente, a Kaila, que integra os dados das principais fontes de Open Data de âmbito europeu e, de forma simples e graças ao seu poderoso mecanismo de busca, é capaz de fornecer resultados agregados de alta precisão sobre como os agentes europeus estão a inovar, com quem colaboram, em quais temas inovam, quais fundos obtêm e quais oportunidades de financiamento que existem no futuro para cada tecnologia ou setor.

A transformação digital, um fenómeno fundamental

A transformação digital surgiu como um fenómeno fundamental que redefiniu a forma como as sociedades, as empresas e os governos operam em todo o mundo.

Os nossos números

Digital in Horizon Europe

Horizon Europe

Em linha com esta bússola europeia, através do Cluster 4 do Horizonte Europa, o programa Europa Digital, o mecanismo Conectar Europa, a nova parceria de Chips ou a de Redes e Serviços Inteligentes pretende moldar as tecnologias e confiança para a indústria europeia com liderança mundial em áreas-chave. Dessa forma, é possível que os novos desenvolvimentos e tecnologias digitais respeitem os limites do planeta, maximizando os benefícios para todas as partes da sociedade nos diversos contextos sociais, econômicos e territoriais na Europa.

Em especial, o programa Europa Digital pretende fazer com que a Europa seja mais ecológica e digital. Isso será feito facilitando financiamento estratégico e apoiando projetos em cinco áreas-chave: supercomputação, inteligência artificial, cibersegurança, competências digitais avançadas e garantia de amplo uso das tecnologias digitais em toda a economia e sociedade, também através de centros de inovação digital.

Em Portugal, existem vários fundos e programas direcionados à área de digitalização para impulsionar a inovação e o desenvolvimento tecnológico em diversos setores. Um dos fundos mais destacados é o Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020), que tem como objetivo promover a competitividade das empresas portuguesas através da inovação e internacionalização.

Outro fundo importante é o Programa Operacional Regional (POR), que se concentra na promoção do desenvolvimento regional e coesão econômica e social através do investimento em infraestruturas e serviços digitais. Além disso, o Programa Nacional de Reformas (PNR) inclui medidas específicas para impulsionar a digitalização da economia portuguesa. O Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) também financia projetos de digitalização em Portugal, especialmente em áreas como cibersegurança, inteligência artificial, Internet das Coisas (IoT) e computação em nuvem.

digital em Portugal

Programas com os quais trabalhamos